segunda-feira, 24 de maio de 2010

Na passarela

Luiza hoje fez sua estréia na passarela!! Parece que a timidez e a "bichisse do mato" estão ficando para trás... Quem diria, né?




Preciso dizer que morro de orgulho?

9 comentários:

marinaesanta disse...

Será que o novo colégio tem algo a ver com essa mudança, essa maior desinibição?

Clarisse disse...

É prá morrer de orgulho mesmo. Ela hoje está mais confiante e segura, mais feliz.
Bjs e parabéns!

Flavia Oliveira disse...

Eu acho que não tem a ver com o novo colégio não... já venho percebendo essa mudança de comportamento desde o ano passado.

Acho que tem a ver com a maturidade dela e comigo mais presente na rotina dela (desde que passei a trabalhar em casa).

Daly disse...

Gente, ela tá uma moça enorme!! Que linda!!! Eu era bem inibida na idade dela, não queria ser o centro das atenções por nada nesse mundo! Bem diferente das minhas outras irmãs(isso me marca até hj, quase 30 anos). Entrei no teatro da escola e melhorei bastante! Relutei um pouco pra poder entrar, minha mãe sempre conversava comigo e me deixava a vontade pra fazer o que quisesse! Depois das primeiras apresentações do teatro/coral melhorei minha auto-estima e estou aqui pro mundo me ver!!! :)
Bjo Flavia.

O Dia da Festa disse...

Tá linda a princesinha!!! Realmente é pra morrer de orgulho MESMO. Parabéns pra Lulu. Alice adoruo ve-la em ação.
Beijocas da tia Dani

Geraldine disse...

Muito linda! E desfilou muito bem, pra primeira vez. A outra menina meio (ou literalmente!) que correu. Ela não, foi muito segura!!!

Carol disse...

Ai que linda!!!! Nao tem como não ter orgulho, deve ter sido maravilhoso!

Beijinhos.

Carol disse...

Ai que linda!!!! Nao tem como não ter orgulho, deve ter sido maravilhoso!

Beijinhos.

Daly disse...

Gente, ela tá uma moça enorme!! Que linda!!! Eu era bem inibida na idade dela, não queria ser o centro das atenções por nada nesse mundo! Bem diferente das minhas outras irmãs(isso me marca até hj, quase 30 anos). Entrei no teatro da escola e melhorei bastante! Relutei um pouco pra poder entrar, minha mãe sempre conversava comigo e me deixava a vontade pra fazer o que quisesse! Depois das primeiras apresentações do teatro/coral melhorei minha auto-estima e estou aqui pro mundo me ver!!! :)
Bjo Flavia.