sábado, 31 de julho de 2010

Minha adolescência virou flashback

Outro dia estava dirigindo quando começou o programa Naftalina da rádio Transamérica que só toca músicas flashback.  De repente percebi que todas as músicas que tocavam, eram músicas que eu havia dançada na minha adolescência!! Pára tudo!! Como assim essas músicas estavam tocando no programa de flashback??  Flashback para mim são as músicas dos ano 70: Barry White, Gloria Gaynor, Bee Gees entre outros (que por sinal eu adoro!).  Fiz as contas rapidamente e percebi que essas músicas tinham feito sucesso há 20 anos e realmente tinham virado flashback.

Quando foi que eu envelheci e passei a falar:  “Nossa, essa música é da minha época!!”

Enfim, cheguei em casa, desabafei no Twitter e no Facebook e comentei com um amigo sobre isso.  Mas aí eu não lembrava o nome da música de jeito nenhum e resolvi pesquisar no Youtube.  Me empolguei, saí compartilhando um monte de videos no Facebook e muita gente gostou.  

E os comentários de amigos daquela época me trouxeram ótimas lembranças!! Como da boate Wells Fargo no Leblon (onde hoje é a academia Body Tech), que eu ia toda 5a. feira com o pessoal da faculdade.  A boate tinha dois anderes: a pista de dança ficava no andar de cima e embaixo ficava o bar. Algumas mesas numeradas (próximas a parede) tinham telefones, e por isso eram super concorridas. Para ligar para outra mesa bastava tirar o fone do gancho que uma telefonista atendia e transferia a ligação para a mesa que você queria falar. A azaração começava por telefone, sem a pessoa saber quem estava do outro lado da linha.  Era muito legal, gente!  Chegávamos super cedo lá para conseguir uma mesa com telefone!  Depois, de tanto frequentarmos o local, ficamos amigos dos garçons, do gerente e até da telefonista….rs

Tinha também o Resumo da Ópera (onde hoje é a Estação do Corpo na Lagoa) que era uma boate enorme e também super concorrida.  O legal era chegar cedo, fazer um “esquenta” no posto Mengão (que já foi demolido) e só entrar na boate mais tarde.  Muitas vezes eu ia para lá e acabava não entrando porque todo mundo ficava no Mengão, a bebida era mais barata lá e o melhor, era de graça!

Outras boates que marcaram essa época foram o Mostarda (Lagoa) e o Banana Café (Ipanema).
Enfim, taí a playlist que montei no Youtube.  Divirtam-se e, se tiverem mais contribuições dessa época, serão bem vindas!


http://www.youtube.com/view_play_list?p=E98ABE857A68153A

PS: Fazendo esse post agradeci por não existirem câmeras digitais naquela época!!!

14 comentários:

Clarisse disse...

Essa idéia do Wells Fargo, parece que ninguem mais teve, né?

Silvia - Faça a sua parte disse...

Na época da faculdade, minha galera ia muito à Papillon, no Hotel Intercontinental. Será que essa ainda existe? kkkkk

εїз Má εїз disse...

É, Flávia, a cada dia que passa chego a conclusão que o tempo voa e me vejo pensando o mesmo que você, que as coisas da minha época já são consideradas antigas! Ai ai, que medo! rs

Beijos!

marinaesanta disse...

Será uma tendência das boates se transformarem em academias? se for, isso diz muito sobre o lazer de antes e de agora...

Flavia Oliveira disse...

Pois é tia, eu ia mesmo comentar isso no post mas acabou que essa informação nao encaixou no texto. Mas é um fato no mínimo curioso!

Geraldine disse...

Aqui rolava muito Rick Astley e depois de dançar muito, no finalzinho sempre tinha música lenta, kkkkk. Aquele negócio de dois passinhos, dois pra cá, gente o negócio era muito esperado!! Tinha uma boate aqui, Gênesis, que tinha uma pista giratória, no começo que ficava morrendo de medo de entrar naquele troço. Fico pensando em como será a adolescência das crianças nesse aspecto... beijos!

Fabi disse...

Oi, Flávia!
Caracas, nem me lembrava mais dessa história de telefones nas mesas! kkk Aqui em SP tb tinha um bar com isso, era super concorrido! rs Bons tempos!! E GRAÇAS A DEUS mesmoooo por não existirem digitais naquela época... aff! rs
Bjs

Eduardo disse...

interessante o seu texto, mas por um momento me peguei pensando em algo, NOSSA... como voce esta velha!!! bjs

Eduardo disse...

interessante o seu texto, mas por um momento me peguei pensando em algo, NOSSA... como voce esta velha!!! bjs

Fabi disse...

Oi, Flávia!
Caracas, nem me lembrava mais dessa história de telefones nas mesas! kkk Aqui em SP tb tinha um bar com isso, era super concorrido! rs Bons tempos!! E GRAÇAS A DEUS mesmoooo por não existirem digitais naquela época... aff! rs
Bjs

εїз Má εїз disse...

É, Flávia, a cada dia que passa chego a conclusão que o tempo voa e me vejo pensando o mesmo que você, que as coisas da minha época já são consideradas antigas! Ai ai, que medo! rs

Beijos!

Flavia Oliveira disse...

Puxa!!! Estava relembrando esse tempo agora mesmo...
Não era muito de ficar nas mesas com telefone, mas sempre ia nas noites de quinta-feira quando tocava bastante tecnho.

Flavia Oliveira disse...

Eu também curti muito a matinê de lá!
Eu ficava lá em cima era a Boate e lá em baixo eram as mesas e telefones e um Barzin!
Quanta azaração rolava ahahaha
Ninguém saia de lá desacompanhado rs
Eu ,minha prima e minhas amigas sempre! bjs!

Flavia Oliveira disse...

Eu também curti muito a matinê de lá!
Eu ficava lá em cima era a Boate e lá em baixo eram as mesas e telefones e um Barzin!
Quanta azaração rolava ahahaha
Ninguém saia de lá desacompanhado rs
Eu ,minha prima e minhas amigas sempre! bjsss