terça-feira, 7 de julho de 2009

Uso de cadeirinhas

Para quem ainda tem dúvidas da necessidade do uso de cadeirinhas e cinto de segurança em crianças "mais velhas", não deixem de ler a notícia que saiu hoje na primeira página do jornal O Globo.

Cadeirinhas salvam crianças durante colisão no Aterro do Flamengo
Publicada em 06/07/2009, em O Globo

RIO - Graças a duas cadeirinhas de segurança infantis, os gêmeos Ingrid e Igor, de 5 anos, sobreviveram, na tarde desta segunda-feira, a um grave acidente no Aterro do Flamengo, na pista sentido Centro, na altura do prédio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). As duas crianças estavam afiveladas às cadeiras, no banco traseiro do Fiat Siena, dirigido pela mãe, que colidiu frontalmente com um Volkswagen Jetta. O acessório, segundo bombeiros do quartel Central que socorreram as cinco vítimas do acidente, impediu que Ingrid e Igor fossem projetados pelo para-brisa.

A mãe das crianças, a professora Viviane Regina de Almeida, de 33 anos, perdeu a direção quando passava por uma curva fechada. O veículo rodopiou diversas vezes na pista até parar na contramão e colidir com o Jetta, dirigido por Vitor Rangel. Ele e Lúcia Pinheiro da Silva, que estava no banco do carona do Jetta, ficaram levemente feridos.

Empresária retirou crianças e chamou bombeiros

Os dois veículos ficaram parcialmente destruídos. As crianças foram retiradas do banco traseiro pela empresária Marie-Annick Mercier, que parou para socorrer as vítimas.

- As crianças estavam dentro do carro chorando, apavoradas. Eu tirei as duas e fiquei com elas no canteiro até a chegada dos bombeiros. Foram eles que retiraram a motorista - contou Marie-Annick.


PS: Essa notícia é uma indireta para você que permite que crianças andem sem proteção no seu carro. Você que acha que só bebês precisam de proteção. Você que acha que é mais seguro a criança andar solta do que com cinto porque, num caso de assalto fica mais fácil sair do carro. Você que dá colo para a criança no banco de trás. É, você mesmo!!

4 comentários:

Mônica disse...

AQUI EM CASA A LEI É CADEIRINHA SOBRE, MINHA BEBE NÃO VAI NEM NA ESQUINA SEM ESTAR NA CADEIRINHA DO ALTO, JÁ SAIMOS DA GARAGEM COM ELA NA CADEIRINHA MESMO CHORANDO FICA;.

Jaqueline disse...

Concordo!!!

Aqui em casa, isso nem dá para negociar. Luísa só anda de carro na cadeirinha.

E vai continuar andando por mto tempo...

Bjsss

marinaesanta disse...

Quando li a notícia, logo pensei: amanhã vai ter post da Flávia sobre o assunto... Faça campanha mesmo!!!! e parabéns pelo seu engajamento nas causas em que acredita, como o parto natural, a amamentação, o uso da cadeirinha...

Clarisse disse...

Nao sei como ainda tem gente que insiste emnao usar... a vida nao tem pre,co, depois nao adianta chorar sobre o leite derramado!!